quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Campeonatos da Europa 2018 - Pares

Campeonatos da Europa 


Moscovo 2018




Categoria de Pares

Programa curto

Vídeos 

James & Ciprés

Zabiiako & Enbert

Stolbova & Klimov

Marchei & Hotarek

Tarasova & Morozov

Della Monica & Guarise

Ziegler & Kiefer

Esbrat & Novoselov

Hocke & Blommaert

Conners & Krasnopolski

Barquero & Maestu

Chtchetinina & Akulov

Petranovic & Souza-Kordeiru

Karagodina & Stepanov

Programa livre

Tarasova & Morozov

Stolbova & Klimov

Zabiiako & Enbert

James & Ciprés

Marchei & Hotarek

Della Monica & Guarise

Ziegler & Kiefer

Hocke & Blommaert

Conners & Krasnopolski

Esbrat & Novoselov

Barquero & Maestu

Petranovic & Souza-Kordeiru

Chtchetinina & Akulov

Karagodina & Stepanov

Resultado final



quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Campeonatos da Europa 2018 - Homens (Curto)

Campeonatos da Europa 


Moscovo 2018





Categoria Masculina

Programa curto

Javier Fernandez venceu esta fase da competição de forma confortável e está no bom caminho para revalidar o título de campeão europeu. O espanhol facturou 103.82pts no programa curto. Na sua prestação houve apenas um elemento punido com grau de execução negativo: o quádruplo salchow. Nesse salto ele perdeu 0.51 do valor base de 10.50pts devido a uma recepção defeituosa. A combinação de quádruplo toeloop+triplo toeloop foi impecável e obteve 17.03pts. O triplo axel realizado na segunda metade do esquema ficou com 11.78pts. Este patinador conseguiu amelhar 12.40pts nos três peões que apresentou. A sequência de passos (4.80pts) foi classificada com o nível 3 enquanto todos os peões atingiram o nível 4. Nos segmentos dos componentes, os juízes marcaram notas altíssimas como é habitual. Houve mesmo um juiz que lhe marcou duas notas de 10.00 - um para a performance e outro na interpretação da música. As médias apuradas em cada segmento fixaram-se em 9.46 na perícia, 9.43 nas transições, 9.68 na performance, 9.61 na composição e 9.64 na interpretação da música. 

Dmitri Aliev surpreendeu muita gente ao garantir a segunda posição no programa curto. O jovem russo foi escalado pela sua federação depois de ter ficado no pódio nos campeonatos nacionais, atirando o favorito Sergei Voronov para fora dos Europeus. O programa curto de Dmitri ficou com uma pontuação de 91.33pts. Como elementos de salto, Dmitri realizou com sucesso uma combinação de triplo lutz+triplo toeloop (11.30pts) e um quádruplo toeloop (11.30pts). No entanto estava previsto que o primeiro salto da combinação fosse um quádruplo lutz. Talvez Dmitri ainda não esteja totalmente recuperado das lesões que o têm apoquentado durante a temporada e ele tenha decidido não arriscar. O triplo axel foi deixado para a segunda metade do esquema e obteve 11.06pts. Nos peões ele conseguiu reunir 11.05pts, sendo que todos atingiram o nível 4. A sequência de passos foi de nível 3 e rendeu-lhe 4.30pts. Este programa foi patinado ao som da intensa "Masquarade Waltz" de Aram Katchaturian e resultou bastante bem a nível artístico. As médias nos segmentos dos componentes que fazem parte da segunda nota fixaram-se em 8.57 na perícia, 8.21 nas transições, 8.54 na performance, 8.50 na composição e 8.50 na interpretação da música. 

O letão Deniss Vasiljevs nem queria acreditar que conseguiu ficar em terceiro lugar no programa curto. Este jovem atleta, pupilo do antigo campeão mundial Stephane Lambiel, tem dado nas vistas desde que competia no escalão júnior. Aconteça o que acontecer no livre, esta alegria ninguém lha pode tirar. É que nos campeonatos mais relevantes é atribuída uma medalha simbólica aos três primeiros classificados do programa curto. Pelo menos Deniss já tem uma. :) Ele cumpriu o plano de saltos que tinha previsto e realizou uma combinação de triplo lutz+triplo toeloop (11.00pts), um triplo axel (10.07pts) e um triplo flip (6.83pts). O flip foi executado na segunda metade do esquema. Os peões (total de 11.70pts) e a sequência de passos (5.30pts) cumpriram os critérios exigidos para o nível 4. As médias apuradas nos segmentos dos componentes foram boas: 8.00 na perícia, 7.71 nas transições, 8.07 na performance, 8.14 na composição e 8.29 na interpretação da música. 

Mikhail Kolyada entrou nestes campeonatos da Europa como favorito à conquista de uma medalha mas no curto perdeu muitos pontos e colocou-se em apuros. Ele terminou o curto na quarta posição com uma nota de 83.41pts. Mikhail tinha previsto realizar um quádruplo lutz, uma combinação de quádruplo toeloop+triplo toeloop e um triplo axel. A recepção do quádruplo lutz foi muito defeituosa e os juízes não tiveram outra alternativa senão a de penalizar o elemento em sede de grau de execução. O lutz perdeu 2.93pts do valor base de 13.60pts. A combinação acabou por ser inexistente. É que Mikhail falhou a entrada no quádruplo e só conseguiu efectuar duas voltas. Depois disso ele nem sequer tentou colocar o segundo salto. Ficar sem a combinação no programa curto é um erro muito grave pois este é um elemento obrigatório. Pelo duplo toeloop ele recebeu 0.70pts. O triplo axel foi o claramente o melhor elemento do esquema e obteve 11.35pts. A sequência de passos (5.30pts), o peão em baixo com entrada saltada (3.71pts) e o peão camel com mudança de pé (4.20pts) foram classificados com o nível 4. O peão em combinação com mudança de pé ficou-se pelo nível 3 e recebeu 4.00pts. Nos segmentos dos componentes, as suas médias foram as seguintes: 8.79 na perícia, 8.50 nas transições, 8.50 na performance, 8.71 na composição e 8.68 na interpretação da música. 

Jorik Hendrick colocou-se na quinta posição após o programa curto com uma pontuação de 78.56pts. O esquema começou mal com Jorik a cair na recepção do triplo axel (5.50pts). Já não é a primeira vez que este atleta tem problemas com o axel. Parece-me que há aqui uma deficiência na técnica base na entrada do salto. O axel é um salto especial porque é o único em que a entrada é feita de frente e parte de uma base de rotação de uma volta e meia enquanto os restantes saltos têm por base uma única rotação. Alguns patinadores têm problemas em conseguir controlar a entrada para o axel e parece-me que Jorik é um deles. O elemento foi penalizado em três pontos e a queda fez com que fosse aplicada uma dedução automática de um ponto. Ao todo, ele perdeu quatro pontos só com aquele erro. A combinação de triplo lutz+triplo toeloop (10.93pts) também foi penalizada com grau de execução negativo. O triplo loop (6.21pts) foi o único salto limpo. O peão em baixo com mudança de pé e o peão camel com entrada saltada foram classificados com o nível 4. O peão de combinação com mudança de pé e a sequência de passos (4.37pts) foram de nível 3. Os peões obtiveram um total de 11.63pts. As médias apuradas nos segmentos dos componentes foram as seguintes: 8.07 na perícia, 8.00 nas transições, 8.21 na performance, 8.14 na composição e 8.50 na interpretação da música. O juiz n.º 8 entusiasmou-se um pouquinho e marcou 9.25 no segmento de performance...

Matteo Rizzo foi uma agradável surpresa. Este patinador bateu o popular Ivan Righini nos campeonatos nacionais e esse resultado garantiu-lhe um lugar na selecção italiana para os Europeus e também para os Jogos Olímpicos 2018. Esta época tem sido risonha para ele pois, para além de garantir a qualificação para os Jogos Olímpicos, Matteo também venceu a Taça de Varsóvia. Se ele conseguir terminar nos 10 primeiros lugares nos Europeus será um grande resultado. Esse objectivo está bem encaminhado depois do sexto lugar no programa curto com uma nota de 78.26pts. Os saltos efectuados pelo italiano foram o triplo axel (9.79pts), uma combinação de triplo flip+triplo toeloop (10.10pts) e um triplo lutz (6.80pts). Os peões foram todos de nível 4 e renderam-lhe um total de 10.28pts. No entanto, o peão camel com mudança de pé sofreu uma ligeira penalização em sede de grau de execução. A sequència de passos também atingiu o nível 4 e recebeu 4.90pts. Na segunda nota, as médias apuradas nos segmentos dos componentes fixaram-se em 7.21 na perícia, 7.04 nas transições, 7.39 na performance, 7.32 na composição e 7.43 na interpretação da música. 

O georgiano Moris Kvitelashvili ficou na sétima posição no programa com uma nota de 76.74pts. O vencedor do prestigiado troféu Golden Spin of Zagreb 2017 desta vez não realizou um esquema livre de problemas. Moris cumpriu com os mínimos no triplo axel e apenas segurou o valor base do elemento que é de 8.50pts. Infelizmente, ele caiu na recepção do quádruplo salchow e o salto perdeu 4 pontos do valor base de 10.50pts. Na combinação de quádruplo toeloop+triplo toeloop, Moris caiu na recepção do segundo salto. Em resultado, a combinação foi penalizada em -4 pontos no grau de execução. Por causa das duas quedas foram-lhe aplicadas deduções automáticas num total de dois pontos. O peão camel com entrada saltada foi de nível 3 e rendeu-lhe 3.09pts. O peão em baixo com mudança de pé (3.36pts) e o peão de combinação com mudança de pé (4.07pts) foram de nível 4. A sequência de passos cumpriu os critérios exigidos para o nível 4 e obteve 4.80pts. Na nota de apresentação, as médias nos segmentos dos componentes fixaram-se em 7.29 na perícia, 7.07 nas transições, 7.21 na performance, 7.43 na composição e 7.36 na interpretação da música. O juiz n.º 1 foi o mais rigoroso de todos e só lhe marcou notas entre 6.25 e 6.75.

Alexei Bychenko, vice-campeão da Europa em 2016, ficou-se pelo oitavo lugar com uma nota de 74.97pts. O israelita começou bem com a realização de um triplo axel (9.93pts). No entanto, ele caiu na tentativa de quádruplo toeloop. Para além da queda, a quarta rotação do salto não foi efectivamente completa. O quádruplo perdeu 4 pontos do valor base de 8.00. A queda levou à aplicação de uma dedução automática de um ponto. A combinação de saltos apresentada foi de triplo lutz+triplo toeloop e obteve 11.93pts. Os peões podiam ter sido melhores. O peão de combinação com mudança de pé (2.53pts) foi de nível 3 mas as posições foram consideradas básicas. O peão camel com entrada saltada amealhou 2.87pts e foi de nível 3. O peão em baixo com mudança de pé foi meramente de nível 2 e apenas lhe rendeu 2.37pts. A sequència de passos ficou-se pelo nível 2 e obteve 3.24pts. Quanto aos componentes, o painel mostrou desacordo nas notas a atribuir. No segmento de transições, o juiz n.º 3 atribuiu-lhe 6.75 enquanto o juiz n.º 7 marcou 8.25. No segmento de perícia, o juiz n.º 3 assinalou a nota de 6.75 mas o juiz n.º 7 optou por 8.75. As médias apuradas acabaram por fixar-se em 7.89 na perícia, 7.43 nas transições, 7.89 na performance, 7.89 na composição e 8.00 na interpretação da música. 

Havia algumas expectativas quanto à prestação do jovem Alexander Samarin mas ele não correspondeu no programa curto. A sua nota foi de 74.25pts e colocou-o na nona posição. Alexander caiu na tentativa de quádruplo lutz (5.50pts) e no quádruplo toeloop (6.30pts). Estas duas quedas impediram-no de conseguir realizar uma combinação no programa e esse foi outro erro gravíssimo. Claro que aqueles dois saltos foram penalizados em sede de grau de execução. Foram logo menos oito pontos. Além disso, ele ainda perdeu outros dois pontos devido às deduções automáticas aplicadas por causa das quedas. Alexander saiu-se bem no triplo axel e recebeu 10.64pts. O peão camel com entrada saltada (3.91pts) e o peão de combinação com mudança de pé (4.00pts) atingiram o nível 4. O peão em baixo com mudança de pé (2.96pts) e a sequência de passos (3.80pts) foram de nível 3. Nos segmentos dos componentes que fazem parte da segunda nota, as médias as seguintes: 8.00 na perícia, 7.46 nas transições, 7.82 na performance, 7.93 na composição e 7.93 na interpretação da música. 

No que diz respeito a outros atletas, os franceses estão em risco de perder um lugar para os próximos campeonatos da Europa. É que Chafik Besseghier ficou no 13.º lugar e Romain Ponsart afundou-se na 20.ª posição. Chafik tem de tentar ficar no top 10 para a França manter a possibilidade de inscrever dois atletas nos próximos Europeus.
O israelita Daniel Samohin falhou o objectivo de qualificar-se para o programa livre. Todos sabemos que ele tem muitas qualidades mas infelizmente as coisas não lhe correram nada bem no programa curto. 
O alemão Peter Liebers planeava despedir-se da patinagem de competição com uma boa prestação nos campeonatos da Europa. Apesar da sua motivação, Peter foi forçado a desistir pouco antes do início do programa curto devido a ter agravado uma lesão no joelho direito. 


Vídeos do programa curto

Javier Fernandez

Dmitri Aliev

Deniss Vasiljevs

Mikhail Kolyada

Jorik Hendrickx

Matteo Rizzo

Moris Kvitelashvili

Alexei Bychenko

Alexander Samarin

Michal Brezina

Paul Fentz

Alexander Majorov

Chafik Besseghier

Slavik Hayrapetyan

Phillip Harris
Indisponível

Stephane Walker

Igor Reznichenko

Irakli Maysuradze
Indisponível

Sondre Oddvoll Boe

Romain Ponsart

Burak Demirboga

Felipe Montoya

Daniel Albert Naurits

Valter Virttanen
Indisponível

Yaroslav Paniot

Daniel Samohin

Nicholas Vrdoljak
Indisponível

Jiri Belohradsky

Michael Neuman

Thomas Kennes

Davide Lewton-Brain

Larry Loupolover

Alexander Maszljanko

Nicky Obreykov
Indisponível

Yakau Zenko

Conor Stakelum

Resultado do programa curto


















segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Campeonatos da Europa 2018 - Transmissão televisiva

Os canais Eurosport vão dedicar várias horas de transmissão aos Campeonatos da Europa 2018 que se realizam em Moscovo (Rússia) durante esta semana. Não se esqueçam de marcar o plano de transmissões nas vossas agendas e boa patinagem :)



Dia 17 de Janeiro 

Canal Eurosport 2

Está prevista uma transmissão em directo entre as 16h30 e as 18h45.

Dia 18 de Janeiro

Canal Eurosport 1

Foi anunciada uma transmissão em directo entre as 16h00 e as 18h50.

Canal Eurosport 2

Está prevista uma transmissão em diferido entre as 19h30 e as 20h30.

Dia 19 de Janeiro

Canal Eurosport 2

Está prevista uma transmissão em directo entre as 16h00 e as 19h00.

Está prevista uma transmissão em diferido entre as 19h00 e as 20h00

Dia 20 de Janeiro

Canal Eurosport 2

Transmissões em diferido entre as 17h30 e as 18h30 e depois entre as 22h15 e as 23h00.








domingo, 14 de janeiro de 2018

Notícias - Isabelle Olsson

A simpática patinadora sueca Isabelle Olsson anunciou que se vai retirar da patinagem de competição com efeitos imediatos. Num post na rede social Instagram, Isabelle referiu que foi uma decisão difícil mas que é o resultado de uma lesão que a afectou durante muito tempo. Isabelle marcou regularmente presença em muitas competições do circuito internacional e destacou-se pela sua elegância. 
A federação sueca ficou sem as suas duas principais patinadoras na mesma temporada pois Joshi Helgesson também acabou a carreira competitiva há pouco tempo. 
Com estes dois abandonos é tempo da federação sueca apoiar mais Matilda Algotsson e Anita Ostlund. 

Isabelle Olsson no GP Skate Canada 2015

Notícias sobre patinadores dos Estados Unidos

A USFSA, organismo que governa a patinagem artística nos Estados Unidos, anunciou oficialmente os patinadores escalados para a selecção nacional após a realização dos campeonatos nacionais. 
A decisão da USFSA causou muita polémica na categoria masculina devido a Ross Miner ter sido deixado de fora da equipa olímpica mesmo depois de ter ficado em segundo lugar nos campeonatos nacionais. Esta situação gerou uma enorme polémica. Apesar de ter sido escalado para os campeonatos dos 4 Continentes, Ross declinou a vaga e parece que ele vai acabar a carreira. 
Quem também não ficou nada contente foi Ashley Wagner. Os campeonatos nacionais não lhe correram bem mas ela mantinha a expectativa de liderar a selecção dos Estados Unidos nos Jogos Olímpicos e nos Mundiais 2018 mas acabou por não ser escalada para essas provas. No entanto, a USFSA não a esqueceu e nomeou-a para os campeonatos dos 4 Continentes. Entretanto, Ashley anunciou que não quer a vaga para os 4 Continentes, tendo imediatamente sido substituída por Angela Wang. Ashley não invocou qualquer lesão para justificar a sua decisão. Muita gente não gostou desta atitude de Ashley e acusou-a de estar a fazer birra perante os dirigentes da USFSA. 
Estas nomeações dizem respeito aos Jogos Olímpicos, os campeonatos do mundo e os campeonatos dos 4 Continentes. 

Selecção Americana 




Jogos Olímpicos 2018

Categoria de Senhoras: Bradie Tennell, Mirai Nagasu, Karen Chen;

Categoria de Homens: Nathan Chen, Adam Rippon, Vincent Zhou;

Categoria de Dança: Madison Hubbell & Zachary Donohue, Maia e Alex Shibutani, Madison Chock & Evan Bates;

Categoria de Pares: Alexa Scimeca-Knierim & Chris Knierim;

Campeonatos do Mundo 2018

Categoria de Senhoras: Bradie Tennell, Mirai Nagasu, Karen Chen; 

Categoria de Homens: Nathan Chen, Adam Rippon, Vincent Zhou;

Categoria de Dança: Madison Hubbell & Zachary Donohue, Maia e Alex Shibutani, Madison Chock & Evan Bates; 

Categoria de Pares: Alexa Scimeca-Knierim & Chris Knierim, Tarah Kayne & Danny O'Shea; 

Campeonatos dos 4 Continentes 2018

Categoria de Senhoras: Ashley Wagner, Starr Andrews, Mariah Bell; Angela Wang;

Categoria de Homens: Jason Brown, Ross Miner, Max Aaron, Grant Hochstein; 

Categoria de Dança: Kaitlyn Hawayek & Jean-Luc Baker, Lorraine McNamara & Quinn Carpenter, Rachel Parsons & Michael Parsons; 

Categoria de Pares: Ashley Cain & Timothy LeDuc, Tarah Kayne & Danny O'Shea, Deanna Stellatto & Nathan Bartholomay; 






Campeonatos Nacionais do Canadá 2018 - Pares

Campeonatos Nacionais do Canadá 2018




Categoria de Pares

Vídeos do programa curto

Duhamel & Radford

Séguin & Bilodeau

Moore-Towers & Marinaro

Ilyushechkina & Moscovitch

Walsh & Michaud

Ruest & Wolf

Kolodziej & Deschamps

Vídeos do programa livre

Duhamel & Radford

Séguin & Bilodeau

Moore-Towers & Marinaro

Ilyushechkina & Moscovitch

Walsh & Michaud

Ruest & Wolfe

Kolodziej & Deschamps

Campeonatos Nacionais do Canadá 2018 - Homens

Campeonatos Nacionais do Canadá 2018




Categoria de Homens

Vídeos do programa curto

Patrick Chan

Kevin Reynolds

Keegan Messing

Elladj Baldé

Nam Nguyen

Nicolas Nadeau

Liam Firus

Vídeos do programa livre

Patrick Chan

Nam Nguyen

Keegan Messing

Elladj Baldé

Kevin Reynolds



sábado, 13 de janeiro de 2018

Campeonatos Nacionais do Canadá 2018 - Senhoras

Campeonatos Nacionais do Canadá 2018




Categoria de Senhoras

Vídeos do programa curto

Gabrielle Daleman

Kaetlyn Osmond

Larkyn Austman

Alaine Chartrand

Vídeos do programa livre

Gabrielle Daleman

Kaetlyn Osmond

Larkyn Austman

Entrevista de Kaetlyn Osmond após o livre




Campeonatos Nacionais do Canadá 2018 - Dança

Campeonatos Nacionais do Canadá 2018




Categoria de Dança

Vídeos da Dança Curta

Virtue & Moir

Gilles & Poirier

Soucisse & Firus

Weaver & Poje

Vídeos da Dança Livre

Virtue & Moir

Weaver & Poje

Gilles & Poirier

Soucisse & Firus

Campeonatos Nacionais dos Estados Unidos 2018 - Dança

Campeonatos Nacionais dos Estados Unidos 2018


Categoria de Dança

Vídeos da dança curta

Shibutani & Shibutani

Hubbell & Donohue

Chock & Bates

Hawayek & Baker

Parsons & Parsons

Mcnamara & Carpenter

Pogrebinsky & Benoit

Aldridge & Eaton

Manta & Johnson

Biechler & Dodge

Reynolds & Reynolds

Klopstock & Schedl

Bain & Althukov

Vídeos da Dança Livre

Chock & Bates

Hubbell & Donohue

Shibutani & Shibutani

Hawayek & Baker

McNamara & Carpenter

Parsons & Parsons

Pogrebinsky & Benoit

Aldridge & Eaton

Biechler & Dodge

Reynolds & Reynolds

Klopstock & Schedl

Bain & Aitukhov